Grávida

Motherhood

Desde o início da minha gravidez uma das coisas que eu mais gosto de fazer é ler sobre o assunto. Bebês, parto, exames, saúde, enfim, tudo entrou na minha lista de “favoritos” no computador.
Milhares de sites abordam os temas gestação e filhos, mas é nos blogs que eu me identifico. Encontro pessoas reais que vivem o mesmo momento que eu e o Fábio. Mães neuróticas, pais assustados. Todos tentando entender melhor o que acontece na barriga que cresce a cada dia e se preparando para a chegada do ser misterioso que ali mora.

Algumas sugestões:

Sopa de Pai

Mamãe tá ocupada!

Mamãe Polvo

Potencial Gestante

Meu Filho

Anúncios
AMO!

Pro meu pai, minha mãe,…

Aiiii! Amanhã minha turma vai tirar as fotos para o convite da formatura. Todos de toga, bonitinhos! QUE NERVOSO!
Porém, o que me deixa mais agoniada é o depoimento de 20 segundos que temos que gravar. Agradecimentos. Oi?! Só 20 segundos para agradecimentos?! Como assim????
Minha listinha é grande… e de gente importante. Vou ter que jogar todos os nomes de maneira frenética para não deixar ninguém para trás.

Pai… o mais coruja que alguém podia ter. O que me disse para não fazer jornalismo e que agora se derrete todo com uma boa pauta.
Mãe… a que amenizou as dificuldades, acalmou o pai nervoso com a bebê grande da casa morando longe.
Caio e Rafa… os pequenos que me deram energia e me encheram de saudade.
Vô Adão e Vó Ica… sempre preocupados!
Vó Tila… sempre cobrando visitas da neta furacão.
Kitty e tio Adonis… os que me deram um primeiro lar na “cidade grande” e sempre me incentivaram.
Tia Bi… me deu o melhor presente que podia receber, o pequeno Arthur, meu afilhado. Manteve-me calma com nossos almoços e passeios no centro. Manteve-me no chão, sempre.
Primo Fi e Yke… os que me carregam pra cima e pra baixo, que atendem minhas ligações nervosas quando fico doente, que acalmam minha alma só por saber que eles estão por perto.
Camila e Laura Simon… são as que aguentam os meus “tiu-ti” com a mono e que me deram um novo sentido de família, um novo lar.
Laura Weirich… mesmo com suas dúvidas e problemas sempre aturou a minha agonia e atendeu minhas ligações cheias de lágrimas e resmungos.
Édina… mesmo de longe sempre me amou. Isso basta. Também te amo!
Chemale… fez com que eu amasse ainda mais a minha profissão (acabei o amando também, mas enfim… acontece).
Olegário, Ticiano, Marquinhos… escola de jornalismo, 24 hrs por dia.
Mércio… atura as crises e me faz crescer com elas.
Pase… muito mais do que um professor, um amigo para a vida.
Marcelo… meu fisioterapeuta. Sem ele, a mono não iria acontecer, de jeito nenhum!

Sinceramente, 20 segundos não são nada!!!
Já que vai faltar tempo para agradecer o povo aí de cima no depoimento, deixo meu recado por aqui!
VOCÊS NÃO SABEM O QUANTO SÃO IMPORTANTES!

AMO!, Observações

Só para mim

Nando Reis é um dos meus vícios. Eu confesso. Não precisa pressionar. Ouço todo dia. Fico emocionada nos mesmos trechos. Destaco os mesmo versos. E não canso.
Algo que admiro no trabalho do cantor é o tom extremamente pessoal que existe em cada letra. As feitas para seus filhos são de uma delicadeza incrível.
Só para so é especial para Sophia. Porém, meus ouvidos ignoram tal fato.  

“Sofri vendo você pedir
As coisas que eu não pude dar
Sofreu mais do que deveria
Sofro a cada vez que te faço chorar”

Lembro das lições (para não dizer os sermões) do meu pai. Com o argumento de querer o meu bem ele passava a sua visão de mundo. Eu, pouco teimosa que sou, insistia em quebrar a cara. Optei por construir minha própria percepção da vida.
Se fecho os olhos e fico quietinha ainda consigo ouvir as histórias que seu Elton contava na hora de dormir. Persistente, deixava ele dormir e pulava da cama para assistir mais um pouco de TV.
Ele não resistia minhas carinhas cheias de dengo. Aliviava os castigos e as broncas da mãe. Era, e ainda é, meu protetor.

“Me assusta tão igual que somos
Você costura a minha sombra
Eu só queria nessa vida
Aprender saber te amar”

Nove de agosto é o dia dele. Deixo aqui as palavras que não costumo dizer: pai, eu te amo e te admiro muito. A tua filhota cresceu… E por mais teimosa que seja só se arrisca porque sabe que por trás estão os braços fortes de um homem especial. O que nunca vai ir embora.
Aproveito a citação da música para homenagear outros pais importantes. Meu vô amado é um deles. Sempre por perto e preocupado…
Já o outro paizão que faz parte da minha vida agora tem um trecho especial do Nando Reis para ele, não é, Jade?!

“Seu pai é um homem indomável
Um provável homem doce”

Para finalizar, o vídeo de Só para so. Especial do show em Porto Alege. Eu fui!