Radioweb

Dengue no RS

Boletins desta semana sobre a dengue no RS.

Estado vai combater a dengue com “estratégia de guerra”

Tipo de dengue do RS pode evoluir para forma mais grave

Anúncios
Jornalismo, Matéria, Radioweb

Uso de drogas é responsável por alto índice de casos de AIDS

Esta semana fui em uma coletiva do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, SIMERS. O assunto era a AIDS no RS. Tive acesso a números que me deixaram apavorada. Segue um dos dois boletins que fiz sobre o assunto para a Radioweb. Abaixo está o texto da matéria.

Clique AQUI para ouvir o boletim.

O Rio Grande do Sul é campeão no número de incidência de casos de AIDS notificados no país. Relatório do Ministério da Saúde referente a 2007 indica 43 vírgula 8 casos a cada 100 mil habitantes. Segundo Gerson Fernando, médico chefe da vigilância epidemiológica nacional, o uso de drogas é responsável pelos altos índices no estado.

Gerson enfatiza que o grupo considerado de risco é composto por usuários de drogas, homens que transam com homens e profissionais do sexo. Porto Alegre também lidera a lista das capitais com mais incidências de casos de AIDS notificados. O número chega a 111 vírgula 5 casos por cem mil habitantes. O segundo colocado é Florianópolis, com 57 vírgula 4 casos, o que representa quase a metade da Capital gaúcha. Além disso, entre as 20 cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes e maior taxa de incidência de AIDS, 15 são gaúchas.

Agência Radioweb, de Porto Alegre, Ananda Etges.

Jornalismo, Mundo jornalístico

Projeto Experimental

Enfim terminamos mais um projeto da faculdade. No início eu não tinha gostado da proposta gráfica, mas o resultado final promete ficar muito bom. O tema da revista era noite. Minha matéria foi sobre o Sofazão e troca de casais. Seguem as páginas, ganhei as centrais!

Crédito para as minhas ajudantes Camila Genz e Laura Simon. A primeira foto é pela proposta da mudança de conceitos nas relações. As outras duas foram boladas a partir da ideia de sombras (afinal, quem vai no Sofazão, na maioria das vezes, vai pela sombra, é um outro lado da pessoa). Fizemos bonequinhos de papel e projetamos com uma luz na parede. Assim, as imagens são das sombras dos desenhos.

Jornalismo, Matéria, Observações

Mulheres

Conheci mulheres apaixonantes nos últimos dias. A Ana Rita, a Darmiana e a Márcia. As três abriram as suas vidas para mim e para o Matheus (grande dupla de reportagem). Contaram histórias íntimas e extremamente dolorosas. Elas são as viúvas da violência da nossa matéria de Produção em Revista.
Mulheres que perderam uma das pessoas que mais amavam de forma brutal. Ficaram apenas com a angústia e com a lembrança viva do amor que tiveram: os filhos.
Eu tive a missão de contar um pouquinho mais delas através de fotografias. Aqui uma amostra do trabalho que está tirando o meu fôlego nas últimas semanas. Assim que o texto for finalizado vou postar.
* As fotos da Darmiana estão no pen drive e o pen drive está com o Gilliar e o Gilliar está na PUC. Ou seja, sem fotos da Darmiana por hoje.

Ana Rita com a pequena Camille
Ana Rita com a pequena Camille
A família que restou
A família que restou
Camille com um quadro feito pelo pai enquanto ele estava preso
Camille com um quadro feito pelo pai enquanto ele estava preso
Um dos meninos da Márcia
Um dos meninos da Márcia
Márcia e os três dos quatro filhos
Márcia e os três dos quatro filhos

 

Confira a matéria e as páginas da revista nos links!