Brazilian News, Cidade em tópicos, Jornalismo, Londres

A cidade em tópicos – Parte V

* AS MÍDIAS BRASILEIRAS

Nunca imaginei que iria encontrar tantos veículos de comunicação brasileiros em Londres. São revistas e jornais para todos os gostos (e todos de graça!). Abaixo algumas observações dos que já tive contato (existe também a revista Verbo, mas ainda não li nenhuma edição para analisar).

Brazilian News: Jornal semanal com uma média de 36 páginas por edição. Páginas coloridas e preto e branco. Diagramação discreta com bastante fotos, a maioria de divulgação.
É o jornal no qual eu trabalho. Sou a responsável pela editoria de cultura. A publicação abrange todos os assuntos, desde política até esportes.
O Brazilian News é feito por colaboradores e distribuído em pontos “brasileiros” de Londres, como cafés, money tranfers e agências de intercâmbio como a LondonHelp4U.


Leros: Revista mensal totalmente colorida com aproximadamente 140 páginas. É mais uma publicação de classificados (catálogo de anúncios) do que de notícias. As notas e matérias abordam assuntos diversos, mas são basicamente releases e tópicos tirados da internet. A diagramação não é muito clean e abusa do negrito (parágrafos inteiros, o que não favorece a leitura).

Revista da Record: Publicação bimestral com uma média de 50 páginas, todas coloridas. É uma extensão da TV Record em forma de revista. Aborda os atores, apresentadores e os programas da emissora. Diagramação bonita, limpa. Conteúdo não muito interessante.

Jungle Drums: Revista mensal especializada em cultura. Aborda tópicos relacionados ao contexto brasileiro e da América Latina. Possui textos em português e em inglês (estilo revista de avião). Diagramação e recursos visuais bem utilizados, projeto gráfico excelente. O conteúdo também não deixa a desejar. Na minha opinião é a melhor opção entre as revistas.

Veja também a parte I – Transporte.

Veja também a parte II – Alimentação.

Veja também a parte III – Clima.

Veja também a parte IV – Jornais e Revistas.

Veja também a parte VI – A vida em casa de estudante/ dividindo casa ou flat.

Anúncios
Brazilian News

Barbican Hall recebe a MPB de Caetano Veloso

Um dos grandes nomes da música popular brasileira faz parte da lista de atrações do verão londrino. Caetano Veloso apresenta-se no Blaze Festival, no dia 3 de julho. O show acontece no Barbican Hall, às sete e meia da noite.

Caetano é natural da Bahia e começou a carreira musical interpretando canções de bossa nova, sob influência de João Gilberto. Seu nome está relacionado ao movimento cultural da Tropicália. Canções da sua autoria como “Alegria alegria” e “É proibido Proibir” marcaram o período.

Em Londres, Caetano segue a divulgação do álbum Zii e Zie. O título é italiano e em português significa “Tios e Tias”. O trabalho é voltado ao samba e composto por 13 canções.

O show vai ser seguido de uma edição especial do Lates Barbican, com participação da Asphalt Orchestra. O grupo é formado por 12 músicos que misturam rock e jazz de uma forma inovadora. Além da orquestra, participam do Lates também Tokyo-chutei-ik e o artista audiovisual Mike Chavez-Dawson.

Sobre o festival

Blaze é um festival anual de verão promovido pelo Barbican. A edição de 2010 acontece entre os dias 19 de junho e 30 de julho em espaços ao ar livre no leste de Londres.

Grandes artistas internacionais e eventos em lugares como o histórico Hackney Empire marcam esta segunda edição do festival. Uma característica central do Blaze é a diversidade musical. Os shows vão desde jazz até rock e reggae.

Além de Caetano Veloso, o evento apresenta também a artista brasileira Céu. Ela sobe ao palco no dia 15 de julho, no Hackney Empire, com a banda colombiana Bomba Estéreo.

Céu é cantora e compositora. Começou sua carreira artística em 2002. Atualmente, divulga o trabalho “Vagarosa”, seu segundo disco. Já o grupo de Bogotá, Bomba Estéreo, é uma mistura de ritmos dançantes.

No dia 24 de julho é a vez do Brasil novamente estar em foco no Blaze. Mayra Andrade faz show no Barbican Hall com Gurrumul, cantor, compositor e instrumentista australiano. Mayra divulga pela Europa o trabalho “Stória, Stória…”. Além da apresentação em Londres, participa de eventos em julho na França e na Alemanha.

Quando
3 de julho, às 19:30pm

Onde
Barbican Hall
Silk Street
London, EC2Y 8DS

Quanto
A partir de £10
Para comprar o ingresso: AQUI

Cidade em tópicos, Jornalismo, Londres

A cidade em tópicos – Parte IV

* JORNAIS E REVISTAS

A variedade de jornais e revistas em Londres é impressionante. Curioso também é que boa parte é distribuída de graça nas ruas e nas estações de metrô e de trem. Além disso, os jornais que são pagos custam cerca de 25 pences, o que não chega a 1 real com a cotação atual.
Outro detalhe interessante é que a população tem um hábito de leitura muito forte. Principalmente quando começa a circular o Metro e o London Evening Standard, respectivamente no início da manhã e no fim da tarde, esta característica fica evidente. Cada um pega o seu jornal e aproveita o tempo no transporte público para ficar atualizado sobre o que acontece na Inglaterra e no mundo.
Muitas revistas também são gratuitas. Geralmente elas são segmentadas, por exemplo: de esportes, moda, voltada para o público feminino ou masculino.
Por último, vale destacar o sistema de “leia e passe adiante” (projeto que a Fac. de Comunicação Social da PUCRS tentou organizar, mas que não funcionou). Cada um lê a publicação escolhida e quando vai embora do metrô ou do trem a deixa no banco. Assim, outro passageiro pode aproveitar e dar uma olhadinha também 😉

Veja também a parte I – Transporte.

Veja também a parte II – Alimentação.

Veja também a parte III – Clima.

Veja também a parte V – As mídias brasileiras.

Veja também a parte VI – A vida em casa de estudante/ dividindo casa ou flat.

Radioweb

Dengue no RS

Boletins desta semana sobre a dengue no RS.

Estado vai combater a dengue com “estratégia de guerra”

Tipo de dengue do RS pode evoluir para forma mais grave

AMO!

Chororô!

Lágrimas vão rolar! Certamente… muitas e muitas. O preview foi hoje na missa. O Fábian arrancou choro dos mais descrentes que estavam na Igreja da PUCRS. No seu discurso falou em 3 pilares: Deus, amor e felicidade. Sinto-me completa, pois carrego estes valores comigo onde vou.
Amanhã é O dia, ou melhor, A noite! Muito feliz de compartilhar minha realização com a família, amigos, colegas.
Obrigada, obrigada, obrigada!
Queridos, amo vocês! Abracem-me apertado e que venha a formatura!

Jornalismo, Matéria, Radioweb

Uso de drogas é responsável por alto índice de casos de AIDS

Esta semana fui em uma coletiva do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, SIMERS. O assunto era a AIDS no RS. Tive acesso a números que me deixaram apavorada. Segue um dos dois boletins que fiz sobre o assunto para a Radioweb. Abaixo está o texto da matéria.

Clique AQUI para ouvir o boletim.

O Rio Grande do Sul é campeão no número de incidência de casos de AIDS notificados no país. Relatório do Ministério da Saúde referente a 2007 indica 43 vírgula 8 casos a cada 100 mil habitantes. Segundo Gerson Fernando, médico chefe da vigilância epidemiológica nacional, o uso de drogas é responsável pelos altos índices no estado.

Gerson enfatiza que o grupo considerado de risco é composto por usuários de drogas, homens que transam com homens e profissionais do sexo. Porto Alegre também lidera a lista das capitais com mais incidências de casos de AIDS notificados. O número chega a 111 vírgula 5 casos por cem mil habitantes. O segundo colocado é Florianópolis, com 57 vírgula 4 casos, o que representa quase a metade da Capital gaúcha. Além disso, entre as 20 cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes e maior taxa de incidência de AIDS, 15 são gaúchas.

Agência Radioweb, de Porto Alegre, Ananda Etges.