Sem-categoria

Maravilhosa Peppa Pig

Segundo Rousseau “nascemos bons e a sociedade nos corrompe”. Seguindo nessa linha de pensamento, são justamente as crianças que não foram corrompidas ainda e são facilmente manipuladas por serem ingênuas em sua maioria. O consumismo infantil é um assunto vinculado principalmente com o uso de propagandas esbanjando cores e personagens infantis do momento. Se em uma determinada publicidade aparecer, por exemplo, a Peppa Pig mostrando um produto, por mais simples que seja, será comprado para satisfazer um desejo. Isso quer dizer que estamos comprando a felicidade da marca Coca- Cola, as aventuras com Nescau Radical, uma vida perfeita com a Barbie e suas amigas.

Uma grande ilusão para o tamanho da ingenuidade de uma criança no fato de comprar algo que não está no pacote. O filósofo Schopenhauer apresenta que a origem de nossas frustrações está diretamente ligada com o desejo e a vontade, ou seja, somos um ciclo de desejos e decepções. Um dia os brinquedos quebram, estragam e são simplesmente substituídos por novos, porém existem consequências no consumo infantil exagerado. Quais são os valores que estamos ensinando em uma infância consumista?  A maioria dos produtos comprados por uma família são escolhidos pelas crianças, mas elas não levam a culpa, pelo contrário, são apenas frutos da educação que receberam.

O marketing não vai parar, ainda mais com o mercado infantil lucrando de alimentos até brinquedos. Dados relevam que é necessário apenas 30 segundos para uma determinada marca influenciar uma criança, que até cinco anos não entende a diferença de programa de TV e comercial. Dentre as consequências estão à apatia, passividade, individualismo, distanciamento nas relações familiares.  A obesidade é também um problema sério, como mostra a pesquisa “Targeting Children With Treats” apontando que as crianças que já têm sobrepeso aumentam em 134% o consumo de alimentos com altos teores de sódio, gorduras trans e açúcar, quando expostas à publicidade desses produtos.

Ninguém nasce consumista, mas infelizmente as crianças são o alvo mais viável de manipulação. Da mesma forma que é possível moldar o pensamento de alguém para obter algo, é fácil também construir uma infância voltada para o aprendizado de virtudes, brincadeiras, construção de uma identidade melhor. Para Habermas, quando determinado grupo entra em consenso com alguma ideia, ela se torna verdade, ou seja, as crianças conseguem formar uma verdade aceita por elas, quando, por exemplo, a Peppa Pig mostra o quanto é maravilhoso certo brinquedo em algum comercial. “A ingenuidade é uma força que os astutos fazem mal em desprezar”, é incrível o que podemos ensinar e aprender com uma criança.

consumismo_infantil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s